BSOP: Emoção marca volta do circuito ao Rio de Janeiro

BSOP: Emoção marca volta do circuito ao Rio de Janeiro

Nesta quinta-feira, o Rio de Janeiro entrou novamente no mapa do Campeonato Brasileiro de Poker, organizado pelo BSOP (Brazilian Series of Poker), após dez longos anos sem a realização de etapas no estado por conta de uma decisão judicial de 2013 que impediu o evento de ocorrer na cidade naquele ano.

Não faltou emoção durante o discurso de Igor Federal, Presidente da Confederação Brasileira de Texas Hold’Em. Emocionado com a volta do circuito para a capital carioca, Federal relembrou de uma promessa feita em maio de 2013, data em que o Campeonato Brasileiro de Poker foi judicialmente impedido de acontecer no Rio de Janeiro. “Eu publiquei no Twitter que só queria ser enterrado no dia em que eu conseguisse realizar um BSOP no Rio de Janeiro”, comentou, visivelmente emocionado.

O grande trunfo para que o BSOP pudesse voltar à Cidade Maravilhosa foi o apoio das autoridades competentes, que foram lembradas durante o discurso de Federal. A prefeitura do Rio de Janeiro enviou uma carta assinada pelo Prefeito Eduardo Paes, apoiando a realização do evento e fornecendo o alvará; o Secretário do Turismo do Rio de Janeiro, Sávio Neves, esteve presente representando o Governador Cláudio Castro. Ainda, as Polícias Civil e Militar, bem como a Divisão de Segurança da Secretaria de Segurança Pública, constataram que não tinham ‘nada a opor’ quanto à realização do evento. Apresenta (Associação dos Promotores de Eventos do Setor de Entretenimento e Afins), ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) e TurisRio (Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro) foram algumas das outras entidades que também apoiaram a realização do evento.

Durante seu discurso, o Secretário Sávio Neves declarou que era uma honra voltar a receber uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Poker, e que o circuito era muito bem-vindo para retornar em anos seguintes. “Durante esse período [sem eventos do BSOP na cidade], quem perdeu foi o Rio de Janeiro”, comentou. “Eventos como o BSOP são muito importantes, porque prendem as pessoas na cidade e impactam positivamente toda a cadeia produtiva do turismo, desde os transportes na chegada até outros serviços, como gastronomia, hotelaria e telecomunicações. A cidade recebe um impacto positivo com essas pessoas e suas famílias, e acho que BSOP e Rio de Janeiro formam um casamento perfeito”, finalizou.

A histórica etapa do Rio de Janeiro acontece em lugar privilegiado para o turismo na cidade, já que o Windsor Marapendi, sede do evento, fica localizado na beira da Praia da Barra. O Main Event possui premiação garantida de R$ 3 milhões, e ainda é possível se inscrever presencialmente para os torneios a serem disputados. A grade completa e demais informações é possível encontrar no site: bsop.com.br

Author: Brandy Lawrence